QUEM SOMOS

Um estado economicamente articulado com o comércio exterior, o Espírito Santo possui uma logística de transporte que reúne vários modais, sendo o mais importante o portuário.

Neste cenário a VOL Vitória Offshore Logistics S/A, em sua unidade logística vem atuando no mercado nacional e internacional com destaque nas operações offshore dentro e fora do terminal TPP – Terminal Portuário VOL, Berço 206 do Cais de Paul em Vila Velha (ES), Brasil, um terminal privado, multiuso, operando em regime 24 horas, com vias de fácil acesso a um moderno sistema rodo-ferroviário desde o ano 2000.

Atuando com os mais avançados processos logísticos e contando com uma eficiente estrutura de apoio ao comércio internacional, colocamos à disposição de nossos usuários em parceria com o PEIU, uma moderna infra-estrutura para carga e descarga, armazenamento e distribuição de carga geral das mais variadas procedências, granéis sólidos, containers e veículos.

A partir de 2011 a consolidação da VOL como a melhor empresa de logística offshore no Brasil foi resultado de uma elevada capacidade de formação da mão de obra e de equipes, o que tem gerado ótimos resultados operacionais aos clientes.

quem
Cais empilhadeira

Sem fronteiras

A VOL atua em todo o território nacional podendo ainda atender demandas do mercado internacional para algumas unidades de negócio. Seu sistema de gestão permite executar com agilidade as adaptações aos requisitos, leis e normas vigente em qualquer território e seus procedimentos de trabalho são universais.

Base Espírito Santo

Por questões estratégicas sua Matriz atualmente está localizada no Espírito Santo, um estado economicamente articulado com o comércio exterior e que possui uma logística de transporte que integra vários modais, sendo o mais importante deles o portuário.

O Espírito Santo é hoje um dos estados de maior importância no setor petrolífero mundial, em sua bacia está localizada grande parte da reserva de petróleo na camada pré-sal.

A produção do pré-sal no Estado, iniciada no dia 2 de setembro de 2008, já está na casa dos 20 mil barris por dia.

A área total conhecida de campos de pré-sal no Estado é de 10.500 quilômetros quadrados, sendo que aproximadamente 30% desse total já foram concedidos para exploração.

Todos esses fatores colocam hoje o TPP como um importante facilitador de operações offshore.